A sério, mesmo, só uma criança a brincar
Terça-feira, 17 de Janeiro de 2006
Efeitos
P1020585.jpg

(De um desafio de Palavras em Linha)

Estavam sentados lado a lado e era Verão. No Outono sentavam-se frente a frente e no Inverno costas com costas. Na Primavera não se sentavam. Andavam pelas bermas dos passeios e ora num pé ora noutro, iam gastando a alegria em passos de dança e variações sobre dois corpos.

Estavam sentados lado a lado porque era Verão. Não por causa dos excessos da estação, do calor , da luz, do aroma, da indolência. Por uma razão habitual. Por uma razão nenhuma. Porque assim olhavam na mesma direcção e é provável, deve mesmo estar demonstrado, por algum monstro, que no Verão os dois olham para a mesma imagem. Propensão genética, impulso divino, força astral, tradição, o escudo da sombra, a boca que fala e o ouvido que ouve.

Estavam sentados lado a lado porque era Verão. Não sei que Verão. Não sei o que verão daquele lugar sentado que é quase sempre o lugar da espera. Mas estavam sentados lado a lado. Quando, no Outono se sentavam frente a frente era para se olharem um ao outro, fixamente, deliberadamente à procura do mistério. Porque há no Outono de cada um um mistério que é mistério para o próprio e revelação para o outro. No Inverno, costas com costas, olhavam para sentidos opostos mas os sentidos libertos da pressão omnipotente do olhar, sentiam com mais intensidade e escorraçavam o frio que penetrava ameaçador pela frincha da porta.

Estavam sentados lado a lado e era Verão. Poderia ter sido ao contrário, poderia ter sido de muitas maneiras diferentes. Mas o Verão era depois da Primavera, depois dos saltos pueris que os faziam dispensar os assentos e em que o alvoroço que brotava da terra parecia chamar às coisas alegria.

Estavam sentados lado a lado e era Verão. Era por estarem sentados lado a lado que era Verão.

Prólogo



publicado por prólogo às 22:02
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Anónimo a 17 de Janeiro de 2006 às 23:43
Um percurso tao bonito, feito por entre as estações dos sentimentos, nasce, em princípio, de quem está sentado lado a lado com a vida, a viver o Verão no Inverno. Será assim? Que é feito de ti? Eu sei que estou em dívida...Dá notícias no sítio que era de costume, quando foi Outono virtual para nósmoi
</a>
(mailto:la967@msn.com)


Comentar post